Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Boletim "O Gafanhoto"


VISITAS


Área Reservada


SEGUE-NOS


calendário

Setembro 2014

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


A equipa sénior masculina do GDG Basquetebol na primeira pessoa

por gdgbasquetebol, Quarta-feira, 17.09.14

Na época passada a equipa Sénior masculina do Grupo Desportivo da Gafanha Basquetebol estive muito perto de alcançar o objectivo de passar à segunda fase da prova nacional: I Campeonato Nacional 1ª Divisão masculina (junção das anteriores CNB1 e CNB2).

Este ano o escalão mais alto da competição do clube repete a presença na mesma prova, II Campeonato Nacional 1ª Divisão masculina, integrando a Zona Norte – Grupo Centro.

Neste grupo os seniores masculinos do GDG Basquetebol, de novo sob o comando técnico do treinador João Anastácio, irão defrontar a Académica de Coimbra (ex Liga Profissional); “Os Povoenses”; CAD (Coimbra Basquete); o Clube dos Galitos; o Illiabum “B”, clube que na época passada subiu da Proliga à Liga Profissional; o Lousanense; o Olivais e o Conimbricense.

A primeira jornada, do calendário provisória, ditou o derby regional, Gafanha vs Illiabum “B”, que deverá ser disputado no dia 18 de outubro.

Elevando as expectativas para esta época 2014-2015, o GDG Basquetebol ouviu o treinador João Anastácio (pela quinta época no clube) e o atleta Luís Silva, há três épocas no clube e que se estreia, este ano, como capitão da equipa.

Os Séniores estiveram muito perto de alcançar a passagem à segunda fase do nacional, na época passada. Como é que foi projectada esta renovada equipa e quais as perspectivas?

(João Anastácio) Foi-me pedido para tentar criar um grupo mais experiente e competitivo, para elevarmos um dos objectivos que pretendíamos o ano passado, estar na segunda fase.

Fizemos uma reunião no final da época para aferirmos quem gostaria de continuar e assim criar uma base de atletas e, com isso, definir quem teríamos que convidar para completar o grupo. Não esquecendo um ou outro jovem do GDG com competências para integrarem a equipa sénior.

Espero um grupo ambicioso, unido e com muita vontade de trabalhar e lutar em cada treino, para aparecermos da melhor forma nos jogos.

A competição é dura e muitas vezes cria a ilusão de alguma facilidade. Em termos competitivos houve algum benefício com a junção da CNB1 e CNB2 num só campeonato?

Parece-me que a fusão não é uma má opção pois torna o campeonato mais competitivo, não só pelo maior número de equipas mas também pela maior qualidade delas.

Dentro dessa perspectiva, mais competitividade e mais qualidade, o trabalho foi planeado com significativo rigor.

Esta equipa começou a ser projectada após o final da época passada. Foram convidados jogadores que eu conhecia, sabia dos valores individuais de cada um, como pessoas e como atletas. Cabe-nos a nós, agora, desenvolver uma boa equipa.

Não deixar de referir que me sinto bastante satisfeito pelo grupo criado e por estas duas semanas de trabalho onde têm demonstrado uma vontade enorme em evoluírem como equipa. Quanto ao trabalho propriamente dito, comecei a pensar nele após a construção do grupo, isto ainda em maio. Estamos um pouco atrasados nos conteúdos tácticos (ofensivos e defensivos) que eu pretendia para estas duas primeiras semanas, mas ainda temos tempo de nos preparar da melhor forma e aparecer bem no inicio da competição.

A equipa vai disputar, na primeira fase, o campeonato nacional integrando o Grupo Norte – Centro. Neste grupo estão presentes equipas com experiência recente de Liga e Proliga, bem como equipas com clara aspiração à subida. Neste quadro mantêm-se os objectivos para esta época…

O objectivo passa por assegurar um lugar na segunda fase, aí chegados, temos que redefinir os objectivos. Independentemente do grupo ao qual pudéssemos pertencer seria sempre difícil alcançarmos esse objectivo, mas é por ele que vamos lutar. Só com muito trabalho, entrega, união, espírito de sacrifício e respeito por todos e por aquilo a que nos propomos é que podemos alcançar os nossos desejos.

Um outro olhar, com as palavras do capitão Luís Silva.

Um grupo renovado, com muitas caras novas… qual é o espírito da equipa?

(Luís Silva) O espírito tem sido bastante bom. É verdade que temos um grupo muito renovado, mas creio todos os jogadores já se conheciam e muitos já jogaram juntos, no GDG e em outros clubes, o que facilita o processo. Além disso, todos os que chegam de novo à equipa vêm acrescentar qualidade e soluções. Estamos a falar de excelentes jogadores, com muita experiência em equipas e campeonatos muito competitivos, o que facilita e faz com que a que a equipa esteja com um bom espírito e com vontade de trabalhar.

Nessa perspectiva como é que a equipa está a encarar este início de época?

Estamos a tentar crescer enquanto equipa. Se é verdade que todos os elementos da equipa têm muita qualidade e valor individual, também é verdade que temos ainda que construir e cimentar os processos enquanto equipa. Estamos a assimilar as ideias e estratégia que o treinador definiu para conseguirmos atingir os objectivos a que nos propomos. Há ainda muito trabalho pela frente, mas estamos confiantes nas nossas capacidades e até começar a competição teremos com certeza um grupo e uma equipa mais forte.

Isso é confiança em que a equipa possa chegar longe, no campeonato…

Face ao grupo que estamos a criar, não escondemos que temos a ambição de fazer ainda melhor que nos anos anteriores. No ano passado penso que poderíamos ter chegado à segunda fase, pelo que este ano temos em mente esse objectivo. Não sabemos ainda as equipas que farão parte do nosso campeonato, mas serão com certeza adversários complicados, pelo que temos que trabalhar nos limites para o conseguirmos, em cada treino e em cada jogo.

Uma surpresa (ou não) nesta renovada equipa. Há um novo capitão…

Ser capitão desta equipa é sem dúvida um motivo de orgulho e ao mesmo tempo uma responsabilidade acrescida. Procuro ajudar todos, colegas e treinadores, com o meu trabalho e partilhando um pouco da minha experiência. Mas não me vejo diferente de nenhum colega por ser capitão, sou apenas mais um dentro do grupo, com muita vontade de trabalhar e ajudar a equipa e o clube.

 Mas não deixas de ser uma referência na equipa, aliás, podemos também dizer uma referência para os atletas mais jovens. Que mensagem gostarias de lhes deixar?

Mesmo sem nos apercebermos todos somos referências para os atletas mais jovens, no dia-a-dia. Dessa forma, procuro trabalhar e ter um comportamento o mais correcto e empenhado, seja em treinos ou em jogos, condigno com os valores do clube e da modalidade. A mensagem que deixo a todos, jovens e menos jovens (como eu), é que aproveitem ao máximo cada oportunidade e cada dia, fazendo aquilo que tanto gostamos, que é jogar basquetebol, mas sempre respeitando todos, os colegas, os treinadores e os adversários.

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 15:15


SUCESSO - X Torneio Internacional e VI Torneio Carnaval


SlideShow - PATROCINADORES


EQUIPAS 2017/18


TREINADORES 2017-2018

COORDENAÇÃO

Coordenação Geral

Minibasquete

MASCULINO

Seniores

Sub 18

Sub 16

Sub 14

FEMININO

Seniores

Sub 19

Sub 16

Sub 14

INICIAÇÃO - MINIS

Sub 13 - iniciação

Minibasquete