Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Boletim "O Gafanhoto"


VISITAS


Área Reservada


SEGUE-NOS


calendário

Abril 2016

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D


Miguel Monteiro em discurso directo

por gdgbasquetebol, Sexta-feira, 08.04.16

Miguel Monteiro - ABA 2016.jpg

No rescaldo da X Festa do Basquetebol Juvenil - Albufeira 2016 e no rescaldo da Fase Final Distrital de Sub 14 masculinos o GDG Basquetebol ouviu, na primeira pessoa, toda a emoção, brilho nos olhos e paixão que o Miguel Monteiro sente quando fala de basquetebol.

O Miguel Monteiro Lucas, com 13 anos, atleta dos Sub14 masculinos GDG/Conceito Família, não consegue trocar o basquetebol, os treinos e os jogos, por nada neste mundo (excluindo a família, como é óbvio), nem por matraquilhos, snocker ou ping-pong, muito menos por uns bons panados ou um salmão grelhado (sopa então... nem pensar), é a expressão viva do que significa a frase "Ser GDG é ser Único".

GDGB_0110.jpg

Bastaram sete perguntas...

1. Recentemente os Sub 14 masculinos estiveram presentes na quarta final distrital consecutiva, desta vez em Oliveira de Azeméis. Apesar do empenho e esforço de toda a equipa não foi possível repetir o feito de há dois anos em Ovar. Mas ficou a imagem de uma equipa forte, coesa, concentrada e, acima de tudo, empenhada. Como é que viveste esta tua 3ª final distrital, salvo erro?

(Miguel Monteiro) Sim, é a minha 3ª fase final distrital consecutiva. Vivi-a de uma forma muito intensa, eu e os meus colegas. Fomos uma equipa muito unida, sabíamos que não ia ser fácil mas também sabíamos que juntos somos mais fortes. Cumprimos com o nosso compromisso, elevar o símbolo do GDG e deixar uma imagem de uma equipa lutadora, inteligente e que luta até ao ultimo minuto. Entrámos em todos os jogos com a ambição de sermos melhores que o adversário. Fiquei triste por não sermos campeões, mas muito, muito orgulhoso da minha equipa.

2. E agora, no campeonato nacional? Como é que está a correr esta primeira fase?

A primeira fase do campeonato nacional tem-nos corrido bem. Estamos a trabalhar cada vez mais e focados para concretizar o nosso objectivo que, nesta fase, passa por sermos o primeiro classificado na nossa série. Nós e o Académico ainda estamos invictos, amanhã jogamos contra eles, logo vai ser um jogo muito renhido...

3. Até onde é que achas que a equipa pode chegar?

Treinamos todos os dias para chegarmos o mais longe possível, melhorando as nossas lacunas e aperfeiçoando os nossos pontes fortes. O nosso objectivo em cada treino é trabalhar para sermos melhores que no dia anterior. Sonhamos com a conquista de um lugar na fase final nacional e é por esse sonho que lutaremos em cada treino e em cada jogo. Não é uma tarefa fácil, temos adversários dificílimos mas quem já nos conhece sabe que não desistimos e que estamos sempre em busca de novos desafios.

4. Participaste, mais uma vez, na selecção distrital da AB Aveiro que, honrosa e orgulhosamente, se qualificou em 2º lugar na Festa do Basquetebol Juvenil 2016 no escalão de Sub 14 masculinos. O que é que faltou para ganharem o jogo da final frente à AB Porto?

Só uma correcção, é a 1ª vez que integrei a selecção distrital de Aveiro pois sou iniciado de 1º ano.... sinceramente, o que nos faltou...a  estrelinha da sorte! Jogámos 3 vezes contra o Porto e vencemos os 3 jogos, somente à quarta é que o Porto nos ganhou e, azar dos azares, era o jogo da final. Perdemos o titulo mas ganhámos admiração de muitos/as, mostrando que éramos um grupo unido e coeso,e com bom basquetebol, fomos e somos orgulhosamente Aveiro!

5. Como é que avalias a tua prestação em Albufeira?

Sinceramente, acho que foi boa, mas não consigo avaliar a minha prestação sem pensar nos meus colegas porque todos fomos importantes para o resultado final. Posso dizer que lutei por cada bola como se fosse a última, tentei superar-me a todos os níveis e fiz tudo para ajudar a minha equipa a chegar o mais longe. Nunca desisti e acreditei em nós até ao último apito.

6. Contigo estiveram mais dois atletas do GDG Basquetebol: o Carlos Jesus e o Yosvani. Como é que foi a vossa presença, em conjunto, na selecção distrital?

Fiquei muito contente por ter mais 2 colegas da minha equipa, gostava de ter tido mais colegas do Gafanha a viver este momento comigo mas na selecção não tínhamos «equipas», mas sim uma equipa, éramos Aveiro e como conseguimos ter um grupo muito unido e solidário, onde todos se apoiavam, a adaptação foi muito fácil.

7. Apesar da tua idade és um "veterano", um verdadeiro master, nas Festas do Basquetebol em Albufeira, seja pelo minibasquetebol, seja pela competição das selecções. Para quem nunca foi a qualquer Festa do Basquetebol Juvenil como é que podes descrever o que são estes cinco dias de muito basquetebol?

Correcção novamente (risos e mais um puxão de orelhas para nós), foi a 1ª vez que participei na festas do basquetebol. Nos minis, íamos ao torneio do Imortal, onde participei 3 anos pelos sub-12 do Gafanha.
Quantos às festas, tive a sorte de poder assistir e viver as festas 3 anos, sempre do lado de fora mas sempre com o sonho de uma dia estar no lado do campo e não na bancada. Este ano o sonho tornou-se realidade e o que dizer... são 5 dias fantásticos, cheios de emoção e alegria. Cinco dias em que respiramos basquetebol, muitos jogos, muita adrenalina. Risos, lágrimas, vitórias, derrotas, amizades e companheirismo, tudo isto em 5 dias...Adorei!!! Aconselho a todos que gostam do nosso desporto que no próximo ano façam parte desta festa do basquetebol. Eu tudo irei fazer para que no próximo ano possa repetir a experiência. São 5 dias que vão ficar na minha memória para sempre.

Em jeito de conclusão e um "triplo no apito final": "Queria agradecer a todos que me ajudam todos os dias a trabalhar para ser melhor."

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 11:48


SUCESSO - X Torneio Internacional e VI Torneio Carnaval


SlideShow - PATROCINADORES


EQUIPAS 2017/18


TREINADORES 2017-2018

COORDENAÇÃO

Coordenação Geral

Minibasquete

MASCULINO

Seniores

Sub 18

Sub 16

Sub 14

FEMININO

Seniores

Sub 19

Sub 16

Sub 14

INICIAÇÃO - MINIS

Sub 13 - iniciação

Minibasquete